Outros "mares" por onde navego...

terça-feira, 1 de junho de 2010

Nascente


Liga não...
Amanhã ele nasce.
Prepara a roupa mais linda
Varre o vazio do verso

E vem,
Repousa a tua mão: põe teu poema aqui
                                     poente e sol
                                    só por entre linhas e os nós
                                   e o pó.......................................

                                  De nós dois.

(Betha Mendes)

Imagem do Google

4 comentários:

  1. Assim dá nascer! ...prá ser nascente desse poema!

    Lindo!

    ResponderExcluir
  2. Oi, Marluce,

    e vão nascendo os versos
    e vai nascendo a poesia...

    abçs

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir