Outros "mares" por onde navego...

sábado, 25 de setembro de 2010

luz



que fio de luz tece aquela estrada vazia?

a estrada sou eu...

tu és a luz!


( Betha Mendes )

Imagem do Google

10 comentários:

  1. Betha,

    E o que falar disso que você escreveu?

    Me calo, de tão lindooooooo!

    Um abraço meu!

    ResponderExcluir
  2. ...e este você me invade os caminhos percorrendo as curvas da sua ausencia...

    Perdão amiga! Não resisti à beleza do teu verso.

    Bj querida

    ResponderExcluir
  3. Betha,



    Que poema lindooo!


    Um abraço, Marluce

    ResponderExcluir
  4. LUZ E ESTRADA , COMBINAÇÃO PERFEITA !

    O VAZIO É APENAS UMA COISA Á SER PREENCHIDA...!

    MUITOS BEIJOS PRA VOCE , BETHA!

    ResponderExcluir
  5. Amiga, hermoso verso acompañado por una perfecta imágen...luz que entra en tu vacío, pero si tú , eres luz...precioso...un beso!!!

    ResponderExcluir
  6. Betha,

    Sensibilidade a flor da pele! Belíssimo.

    Bjs

    Flávia

    ResponderExcluir
  7. ADICTO

    Tus labios me poseen
    y casi me avergüenzo al confesarlo.
    Su sabor me deleita, su tersura.
    Algo intenso me adhiere a ellos,
    cierto éxtasis siempre fugaz
    que deseo repetir sin desfallecer,
    sin demora, sin prisa…

    ResponderExcluir
  8. Humildade em versos... a luz a iluminar o caminho...
    Um grande abraço.

    ResponderExcluir
  9. Obrigada, poetas e poetisas,

    pela luz de sua presença...

    bj

    Betha

    ResponderExcluir
  10. E um caminho para a iluminação do existir se desvenda em seu texto...

    ResponderExcluir