Outros "mares" por onde navego...

sábado, 19 de março de 2011

Retalhos de Aprendiz

aprendi com você um doce caminhar
de quem não tem a certeza, mas a coragem
aprendi com você as lições de sofrimento
de quem se aventura, fica infeliz, mas continua
aprendi com você a tristeza e a angústia
trazidas em algum canto de seu peito duro
quase "imortal"
aprendi com você as alegrias e as despreocupações
de quem sabe que o melhor é sorrir
e dar sorrisos!
aprendi com você o amor de graça
o amor-perdão e o arrependimento cedo demais
também com você aprendi a ternura no olhar
ainda que, às vezes, desgastada pelo tempo
aprendi com você o inusitado
a doce surpresa de lhe conhecer de repente e melhor
com as lições empolgantes de solidariedade e democracia
aprendi com você que os traumas da infância
não devem ser exemplos e sim, superados
com palavras do sim à vida!
aprendi com você a doce solidão
acompanhada de páginas de um livro
onde pousam um mar secreto,
uma prostituta compreendida
e a amizade ideal num poema infinito...
os milagres e os perdões
os incompreendidos em palavras malditas
as omissões e as ações
aprendi com você todos os pedaços escondidos
na essência humana...


(Betha Mendes)
* Também no "Overmundo"


Tela de Edierck José

14 comentários:

  1. Betha, vc anda sumida, mas eu não te esqueci, cá estou lendo seu poema, é lindo!

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Muito bonito.

    Felizardo o "você" do poema, tantas coisas ensinou. Aposto que muito aprendeu também.

    Abç

    ResponderExcluir
  3. Betha amada,
    somos retalhos de passado.. aprendendo..
    beijos..

    ResponderExcluir
  4. Aprendendo e costurando os retalhos para fazer uma linda colcha!
    Um grande bj querida amiga

    ResponderExcluir
  5. Néia, Moa, Ingrid, Gisa,

    vocês são parte da colcha poética que tento construir.
    peço perdão pelo sumiço, é o tempo voando e exigindo.

    bjs, poetas!

    Betha

    ResponderExcluir
  6. Betha,


    Todo aprendizado é grandeza de alma daquele que se dispõe a aprender!

    Lindo!


    Um abraço, Marluce

    ResponderExcluir
  7. Amei o blog gostei tanto que estou a te seguir,sempre estarei por aqui a te ler e comentar boa semana.

    ResponderExcluir
  8. Betha,

    Tanta saudade daqui minha amiga.
    E todos somos retalhos nessa vida, minha amiga, juntando partes, até se estar completa.
    Lindo texto como sempre, lindoooooo!

    Te peço perdão pela ausência Betha, minha vida tem sido um maremoto, terremoto de acontecimentos ruins (Que vão passar), fora o tempo escasso, mas quero que saiba que JAMAIS esqueço esse mar de versos, que tanto gosto de navegar.

    Um beijoooo!

    ResponderExcluir
  9. Completo , ainda que retalho...!

    beijo, querida!

    ResponderExcluir
  10. "Te desejo Nesta Semana
    Paciência para as dificuldades
    Tolerância para as diferenças
    Benevolência para os equívocos
    Misericórdias para os erros
    Perdão para as ofensas
    Equilíbrios para os desejos
    Sensatez para as escolhas
    Sensibilidades para os olhos
    Delicadezas para as palavras
    Coragem para as provas
    Fé para as conquistas
    E amor para todas as ocasiões..."

    Bjos de boa semana.

    ResponderExcluir
  11. " aprendi com você a doce solidão
    acompanhada de páginas de um livro
    onde pousam um mar secreto,
    uma prostituta compreendida
    e a amizade ideal num poema infinito... "

    que percepção!

    beijos, betha.

    ResponderExcluir
  12. Este aprendizado é constituinte de uma colcha preciosa para acompanhar a gente por toda a vida. Belo poema, Betha! Meu abraço. Paz e bem.

    ResponderExcluir
  13. e tudo que a gente leva da vida é o que nos ensinam com amor...

    ResponderExcluir